Viagem

Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul são os quatro estados que formam a região Centro-Oeste. E é exatamente sobre eles que eu vou escrever hoje.

DF – Famoso pela capital Brasília, o Distrito Federal é um prato cheio para quem gosta de arquitetura. Para quem não sabe, a cidade foi projetada em forma de avião e, primordialmente, era para ser a base do encontro da mão de obra vinda do Nordeste e as riquezas do Sul, mas, pelo visto, a nossa política corrupta fez com que essa ideia não fosse pra frente. Fora a parte política, a capital é simplesmente deslumbrante! Sua arquitetura única, onde quase todos os edifícios são assinados pelo arquiteto Oscar Niemeyer, é deslumbrante. Tudo é muito caro em Brasília, principalmente hospedagem. Por lá, vale muito a pena entrar no Airbnb, que já indiquei aqui. Com certeza, vai sair mais em conta do que ir para um hotel.

centro-oeste

Você consegue se locomover de metrô para ir a alguns lugares, mas para conhecer os pontos turísticos a melhor opção é andar de táxi. A cidade foi planejada para andar de carro e, por isso, tudo é muito longe. Se você pretende visitar Brasília, não deixe de ir aos principais pontos turísticos: Palácio Itamaraty, Memorial JK, Congresso Nacional, Palácio do Planalto, Catedral Metropolitana, e ao Parque da Cidade, onde já fiz dois shows e tem um pôr-do-sol fantástico. O parque também tem alguns lagos que, no final da tarde, refletem o sol, formando um cenário maravilhoso.

centro-oeste

Com certeza, existem outros lugares incríveis para se conhecer na cidade, mas eu adorei o roteiro que comentei, justamente para ver a arquitetura e saber um pouco mais sobre as sedes do nosso poder político.

GO – Há pouco tempo conheci Goiânia, capital de Goiás, apesar de não ter tido muito tempo para visitar todos os pontos turísticos, fiquei encantado com a infraestrutura e a beleza da cidade; tudo limpo e funcional. Para este post, pesquisei um local especial para quem gosta de poesia visitar: a casa de uma das maiores poetisas brasileiras, Cora Coralina.

MT – Antes de você ler sobre Mato Grosso, tenha em mente que esse estado é diferente de Mato Grosso do Sul, ok?! Essa é uma confusão que muitas pessoas costumam fazer (hehe). O famoso Pantanal fica exatamente nos dois estados que acabei de citar. A capital de MT, Cuiabá, é considerada um dos lugares mais quentes do país, mas me lembro que quando fui fazer um show por lá foi o dia em que mais fez frio e choveu nos últimos 86 anos e, por isso, não consegui conhecer muito a capital. Será que sou pé frio? (rs) Um dos pontos turísticos mais conhecidos do estado é a Chapada dos Guimarães, porém, infelizmente, não tive a oportunidade de conhecê-lo ainda, mas está na minha lista de viagem.

MS – O Mato Grosso do Sul se tornou um estado apenas em 1977, por isso a sua capital Campo Grande é muito nova e bonita. Para quem gosta de compras, em menos de duas horas de lá, você chega ao Paraguai.

centro-oeste

E para aqueles que preferem conhecer um dos pontos turísticos mais incríveis do Brasil, tem que ir a Bonito! Para quem tiver interesse de viver em meio à natureza, tem que se programar para passar uma semana na cidade. Os albergues são incríveis e as pessoas são muito bacanas, além dos passeios de dia, você pode curtir os bares que estão sempre lotados de estrangeiros e o som fica por conta da música regional. Conheça alguns passeios imperdíveis!

– Rio de Prata – O pacote inclui o passeio, almoço, transporte e roupa e equipamentos para flutuação. Ele sai por, aproximadamente R$ 200, mas a experiência de nadar entre os cardumes de peixes e poder ver como é o rio por debaixo d´água é impagável. O passeio dura em torno de três horas e você nem precisa saber nadar para flutuar; você vai conforme a correnteza te leva. Se você não tiver uma câmera que filma embaixo da água, fica tranquilo porque lá eles alugam. E nem pense em economizar nas fotos. Vale a pena guardá-las de recordação! Outra opção é fazer o mesmo passeio no Rio Sucuri, mas o primeiro que comentei é mais aconselhável e já até ganhou alguns prêmio de melhor atração turística do Brasil.

centro-oeste

– Gruta do Lago Azul – O lugar é simplesmente maravilhoso, mas, para proteger a natureza, não é possível mais nadar lá, “apenas” conhecer a gruta. Digo “apenas” porque o lugar já vale o passeio de tão bonito que é.

– Buraco das Araras – Apenas de atualmente não ter tantas araras como antigamente, o lugar é gigante e você vai ver araras de todos os tipos! A maioria dos pontos turísticos da região está localizada em fazendas e, no caso deste passeio, você pode até conhecer o dono de lá.

Em Bonito tem muitos outros passeios com cachoeiras, rios e belezas naturais. Com certeza, é um dos lugares mais lindos do mundo que já visitei.

É incrível como o nosso país é tão grande e rico de cultura, arquitetura, natureza. Chego até pensar que cada estado é um país diferente, na verdade.

Não deixe de curtir este post, comentar e compartilhar! Até semana que vem.